Translate

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

SER LIVRE - III

Neste texto falaremos sobre o privilégio da oração, que é a conversa da alma com Deus, o nosso Pai, que nos chama de filhos quando cremos em Jesus Cristo.
Quando passamos a ter o hábito de falar com Deus, nos tornamos pessoas melhores, Ele nos dá esperança e renova nossa forças dia após dia. A fé é essencial para que este diálogo ocorra "aquele que se aproxima dele deve crer que Ele existe" Hb11:6a
Existem diversas formas de diálogo, diversos tipos de diálogo, muitas intenções por traz das palavras e Deus conhece todas. Deus ama que recorramos a ele sempre e constantemente - Jesus Cristo nos reconciliou com Ele - (Col.1:20).
A oração é um privilégio para nós, nós é que somos edificados, iluminados, abençoados, através destas conversas com Deus.
Eu gosto muito quando meus filhos conversam comigo sobre seus anseios, necessidades, ou qualquer outra coisa, mas que se interesse em me ouvir também.Tenho certeza que nosso Deus e Pai também é assim, Ele se importa conosco e tem prazer quando nos relacionamos com Ele. As vezes pode passar pela nossa cabeça que não temos o que falar com Deus, mas isso é bobagem - sempre teremos o que falar com Ele. Mas tem uma coisa muito importante no diálogo com Deus, que precisamos saber: Ele ama a verdade, sendo assim, não podemos ter um relacionamento superficial, e sim, verdadeiro em todos os aspectos. A conversa deve ser sincera. Há muitas coisas ao nosso respeito que descobrimos quando nos relacionamos com Deus. As escrituras revelam muitas coisas e a partir dela nos conhecemos melhor(as intenções por trás das nossas ações).
Davi foi um homem considerado "segundo o coração de Deus", e sabe por quê?
Acredito que é porque havia sinceridade em seu coração e um temor a Deus muito grande. A vida de Davi foi uma demonstração que ele amava e temia muito a Deus e por isso ele se derramva na presença de Deus em oração pedindo socorro todas as vezes que precisava ou pecava - em todos os instantes.
Vamos recordar algumas orações de Davi
Quando eu guardei silêncio, envelheceram os meus ossos pelo meu bramido em todo o dia. Porque de dia e de noite a tua mão pesava sobre mim; o meu humor se tornou em sequidão de estio. (Selá.) Confessei-te o meu pecado, e a minha maldade não encobri. Dizia eu: Confessarei ao Senhor as minhas transgressões; e tu perdoaste a maldade do meu pecado. (Selá.) Por isso, todo aquele que é santo orará a ti, a tempo de te poder achar; até no transbordar de muitas águas, estas não lhe chegarão. Tu és o lugar em que me escondo; tu me preservas da angústia; tu me cinges de alegres cantos de livramento. (Selá.) Salmos 32:3-7
 Tem misericórdia de mim, ó Deus, segundo a tua benignidade; apaga as minhas transgressões, segundo a multidão das tuas misericórdias. Lava-me completamente da minha iniqüidade, e purifica-me do meu pecado. Porque eu conheço as minhas transgressões, e o meu pecado está sempre diante de mim. Contra ti, contra ti somente pequei, e fiz o que é mal à tua vista, para que sejas justificado quando falares, e puro quando julgares. Eis que em iniqüidade fui formado, e em pecado me concebeu minha mãe. Eis que amas a verdade no íntimo, e no oculto me fazes conhecer a sabedoria. Purifica-me com hissopo, e ficarei puro; lava-me, e ficarei mais branco do que a neve. Faze-me ouvir júbilo e alegria, para que gozem os ossos que tu quebraste. Esconde a tua face dos meus pecados, e apaga todas as minhas iniqüidades. Cria em mim, ó Deus, um coração puro, e renova em mim um espírito reto. Não me lances fora da tua presença, e não retires de mim o teu Espírito Santo. Torna a dar-me a alegria da tua salvação, e sustém-me com um espírito voluntário. Salmos 51:1-12
Acima nós podemos ver um pouco de Davi e seu relacionamento com Deus, Os salmos acima foi escrito quando este havia pecado. Ele conhecia, confiava e amava Deus, mas sabia que era pecador e que necessitava do perdão de Deus, ele conversava com Deus derramando-se em penitência e lamento por seus pecados e pedia para Deus limpá-lo de todo pecado e injustiça. Tem outros salmos de Davi que ele conversa com Deus sobre seus perseguidores e suas angústias quanto aos homens que o perseguia...e tem outros de ensinamentos e ainda outros de ações de graças.
Mas o que nos interessa neste momento é falarmos sobre abrir o nosso coração para Deus. Nossa vida é colocado no prumo, vamos dizer assim, quando passamos a ter relacionamento com Deus através da oração. A oração deve fazer parte de nossa disciplina diária, não por obrigação sem nenhum entendimento, mas com a consciência que faz um bem tremendo para nós. Vamos pensar em nossa família, em nossos pais terrenos. Será que teríamos ou temos um relacionamento saudável com nossos pais sem palavras, sem conversas sinceras? Com certeza não. Dai concluímos que vivemos tristes e com problemas dentro do nosso lar porque falta esse tipo de afinidade, intimidade uns com os outros. As vezes por medo, falta de confiança, as vezes, por críticas e muitos outros motivos. Mas voltando para o nosso tema que é a oração com o nosso Criador e Pai, por quem existimos e que têm nele mesmo tudo o que precisamos para sermos felizes e abençoados em todos os aspectos da nossa vida.
A oração constante aumenta nossa intimidade. Vale lembrar que para sermos íntimos precisamos nos conhecer. Conhecer a Deus começa com acreditar que ele existe e segue por toda a nossa vida, aprendendo com as escrituras, o buscando em oração e praticando o que Ele nos ensina todos os dias.
Ora, sem fé é impossível agradar-lhe; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o buscam. Hebreus 11:6
 O Senhor confia os seus segredos aos que o temem, e os leva a conhecer a sua aliança. Salmos 25:14
 Os sacrifícios que agradam a Deus são um espírito quebrantado; um coração quebrantado e contrito, ó Deus, não desprezarás. Salmos 51:17
 Vocês me procurarão e me acharão quando me procurarem de todo o coração. Jeremias 29:13
 De todo o coração suplico a tua graça; tem misericórdia de mim, conforme a tua promessa. Salmos 119:58Dá-me entendimento, para que eu guarde a tua lei e a ela obedeça de todo o coração. Salmos 119:34Eu clamo de todo o coração; responde-me, Senhor, e obedecerei aos teus testemunhos! Salmos 119:145
Conclusão III - A oração é um grande privilégio. Uma conversa aonde podemos nos expôr e sermos curados de tudo o que nos paralisa e nos mantêm escravos do pecado. Quando clamamos a Deus, Ele nos ouve e é muito importante sermos totalmente transparente diante de Deus. Lágrimas são necessárias, muitas vezes. A bondade de Deus é muito grande. Temos muitos exemplos de homens que amavam a Deus e pecaram, mas se derramaram na presença de Deus e obtiveram um relacionamento de amor e gratidão com Ele, se aproximando cada dia mais em oração.

terça-feira, 27 de setembro de 2016

SER LIVRE - II

Neste segundo texto sobre ser livre, vamos tratar dos primeiros passos da caminhada da liberdade:
1- Leitura da Palavra de Deus para que tenhamos fé, vejamos o versículo que respalda essa afirmação:
De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus. Romanos 10:17
Quando cremos em Jesus, na mensagem da cruz e em tudo o que está escrito, o Espírito Santo vem habitar em nós, ele é nosso amigo, ajudador, conselheiro, intercessor (não vamos tratar de todos os atributos do Espírito Santo neste momento, somente o atributo da revelação da Palavra no nosso interior), com Ele, nascemos de novo pelo espírito e conseguimos avançar no conhecimento de Deus e em tudo o que Ele deixou escrito para nós. Somos Filhos de Deus pela fé em Jesus e é esse direito de filhos que nos garante a vitória contra todas as prisões que o pecado nos colocou. A liberdade que Cristo conquistou por e para nós na cruz é vivenciada em nossas vivas. Vamos aos versículos bíblicos:
Não se surpreenda pelo fato de eu ter dito: É necessário que vocês nasçam de novo. JO 3:7
Contudo, aos que o receberam, aos que creram em seu nome, deu-lhes o direito de se tornarem filhos de Deus, os quais não nasceram por descendência natural, nem pela vontade da carne nem pela vontade de algum homem, mas nasceram de Deus. João 1:12,13
Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente.1 Coríntios 2:14
Perceba  através destes versículos que é fundamental crermos em Jesus, para que o Espírito Santo habite em nós e tenhamos vitória sobre todo tipo e forma de mal que tenta nos assolar. Este é o começo das mudanças que ocorrem em nossas vidas para melhor.
2- Perseverar - É de suma importância que continuemos a viver mediante essa fé no filho de Deus para que cresçamos em sabedoria a fim de ficarmos livres de toda sorte de males que nos afligem .  O apóstolo Paulo diz na carta aos filipenses:
Não que eu já tenha obtido tudo isso ou tenha sido aperfeiçoado, mas prossigo para alcançá-lo, pois para isso também fui alcançado por Cristo Jesus. Irmãos, não penso que eu mesmo já o tenha alcançado, mas uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que ficaram para trás e avançando para as que estão adiante,prossigo para o alvo, a fim de ganhar o prêmio do chamado celestial de Deus em Cristo Jesus. Filipenses 3:12-14
Nestes versículos o apóstolo Paulo nos ensina que é necessário prosseguirmos no conhecimento do Senhor, pois andar pela fé em Cristo é um caminho e não um destino. Se quisermos obter as promessas de Deus para nós, é necessário que perseveremos na caminhada cristã. 
Todos odiarão vocês por minha causa; mas aquele que perseverar até o fim será salvo. Marcos 13:13
 Dispus o meu coração para cumprir os teus decretos até o fim. Salmos 119:112
 Feliz é o homem que persevera na provação, porque depois de aprovado receberá a  coroa da vida que Deus prometeu aos que o amam. Tiago 1:12
 É perseverando que vocês obterão a vida. Lucas 21:19
Quando nos mantemos em disciplina, digo, em comunhão com Deus todos os dias de nossas vidas, nós somos libertos de todo pecado, pois, quando somos filhos de Deus e vivemos como filhos, passamos da condição de escravos do pecado para livres em Cristo. Agora passamos a ter um novo Senhor, um senhor que é nosso criador e pai, e que está interessado em se relacionar conosco através de seu filho Jesus Cristo:
Mas agora que vocês foram libertados do pecado e se tornaram escravos de Deus, o fruto que colhem leva à santidade, e o seu fim é a vida eterna. Romanos 6:22
O que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé. Quem é que vence o mundo? Somente aquele que crê que Jesus é o Filho de Deus. 1 João 5:4,5
Conclusão II: Fazer leitura da Palavra de Deus é fundamental para obtermos fé e o Espírito Santo vir fazer morada em nós e com isso, nascermos de novo. Uma vez que nascemos do Espírito é necessário perseverar nessa nova vida, pois, enquanto vivermos, é necessário avançar no conhecimento de Deus e obter vitórias contra tudo o que não é de Deus. Cientes que no mundo teremos aflições e provações, mas estando junto ao Pai, em comunhão, venceremos sempre.

quarta-feira, 22 de junho de 2016

SER LIVRE - I

Jesus dizia, pois, aos judeus que criam nele: Se vós permanecerdes na minha palavra, verdadeiramente sereis meus discípulos; E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará. Responderam-lhe: Somos descendência de Abraão, e nunca servimos a ninguém; como dizes tu: Sereis livres? Respondeu-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo que todo aquele que comete pecado é servo do pecado. Ora o servo não fica para sempre em casa; o Filho fica para sempre. Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres. João 8:31-36

O que se conclui lendo esses versículos?
Está claro que o pecado escraviza o homem. Quem peca é escravo do pecado. O pecado, seja ele de que forma for nos escraviza. Creio que ninguém quer ser escravo, pois o escravo não é dono de si mesmo, não é livre para fazer o que entende ser bom e agradável, não é livre para fazer o que é certo, pois ele não se governa, não se domina, porque tem outro senhor em sua vida; o pecado.
Tenho certeza que você me entende, quando avalia a si mesmo e reconhece que existe algo em sua vida que você gostaria de não fazer mais, de deixar de lado,no entanto, não se sente capaz. Nesse caso você é escravo dele, do seu pecado...mas não se entristeça, há alguém que nos ensinou tudo isso, e não só ensinou, mas nos deu a solução, para que sejamos livres. Você vai conseguir, acredite em Jesus,
No verso 31 do capítulo 8 de João, como lemos acima, jesus começa falando assim: "Se permanecerdes na minha palavra, verdadeiramente sereis meus discípulos e conhecereis a verdade e a verdade nos libertará". Então, é necessário permanecer para conhecer a verdade e sermos libertos. Andar com Jesus. praticar seus ensinamentos, passar a ter atitudes diferentes, atitudes que muitos irão estranhar, uma vez que você não irá mais seguir a mesma estrada que percorria anteriormente. Precisamos permanecer, criar raízes, para crescermos e dar frutos agradáveis a Deus. Mas  não seja ansioso, pra tudo existe um tempo, nada é da noite para o dia, assim como o pecado se tornou um hábito em sua vida, o caminho da libertação também precisa se tornar hábito pra você. Quando fazemos a escolha de seguir a Cristo, precisamos entender que vamos abrir mão de muitas outras coisas. Leia com atenção o capítulo quatro da Carta de Paulo aos Efésios. Nos versos 22 ao 32, o apóstolo nos escreve sobre alguns hábitos que devemos mudar.
Precisamos permanecer no amor de Jesus Cristo e jamais desistir, pois a fé cristã é um caminho que devemos percorrer até o fim. Cristo foi fiel e obediente a Deus até o fim, e nós também devemos ser assim, Ele se deu por nós e nós somos seus seguidores. Deus tem os melhores planos para nós. Veja o versículo a seguir: Mas, como está escrito:As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu,e não subiram ao coração do homem,são as que Deus preparou para os que o amam. 1 Coríntios 2:9

terça-feira, 10 de maio de 2016

O Caminho do Senhor

"E, tendo anunciado o evangelho naquela cidade e feito muitos discípulos, voltaram para Listra, Icônio e Antioquia, confirmando as almas dos discípulos, exortando-os a perseverarem na fé, dizendo que por muitas tribulações nos é necessário entrar no reino de Deus." Atos 14:21-22. É muito comum nos dias atuais ouvirmos em nossas igrejas pregações e mais pregações do Evangelho que ensinam aos irmãos que o caminho do Senhor é algo fácil de ser percorrido, que as bênçãos serão inúmeras e nenhuma dificuldade será encontrada. Mensagens que trazem aos ouvintes a ideia de um evangelho de puro triunfo, riquezas, realizações de sonhos, alcance de objetivos particulares e que praticamente excluem a menor possibilidade de tristezas e aflições, prometendo aquilo que nem a Palavra, nem Jesus Cristo prometeram. Aqueles que são ensinados dessa maneira tornam-se fracos de diversas formas e ingênuos acerca do caminho do Reino de Deus ensinado por Jesus. Por isso nesse estudo quero mostrar que o caminho do Senhor é um Caminho Estreito, um Caminho de Esforço, um Caminho de Alívio e também um Caminho de Vitória. Veremos os diversos aspectos desse Caminho que leva à Vida, o qual, por vezes, precisa passar por momentos de dor. 

terça-feira, 3 de maio de 2016

Misericórdia Quero

Quando compreendemos e exercemos a misericórdia em nossos relacionamentos, como Deus nos pede, com certeza melhoramos nossas atitudes com o nosso próximo, vejamos os significados; Misericórdia Divina: é Deus perdoar os pecados, apesar das faltas cometidas pelos pecadores. É a libertação do julgamento. Conceder misericórdia a alguém: é perdoá-la pelo simples ato de bondade, apesar do outro não merecer o perdão. O nosso Deus e Pai nos fala em sua Palavra que a misericórdia dEle se renova a cada manhã e que se não fosse sua bendita misericórdia nós estaríamos perdidos, pois erramos todos os dias, e não somente isto, nós cometemos muitas injustiças e apontamos o nosso irmão quando ele comete algum erro ou "injustiça" também. O nosso pai celestial não nos ensinou dessa forma e nem age conosco segundo o que nós merecemos, pois se assim fosse, estaríamos perdidos literalmente. Não somos justos, mesmo que a gente queira, não somos. A Palavra de Deus diz que somos justificados por jesus Cristo (   Sabendo que o homem não é justificado pelas obras da lei, mas pela fé em Jesus Cristo, temos também crido em Jesus Cristo, para sermos justificados pela fé em Cristo, e não pelas obras da lei; porquanto pelas obras da lei nenhuma carne será justificada. Gálatas 2:16)  para aprendermos com Deus o que é o amor e a misericórdia e exercermos isso em nossa vida. Quando jesus viveu aqui na terra como um de nós, ele nos ensinou sobre o amor e o perdão e sua vida ele entregou para nos mostrar o que é o amor de fato. Ele curou pessoas,ensinou, falou sobre dar frutos, falou o quanto é importante crer que ele é o filho de Deus para obtermos perdão dos nossos pecados, sermos purificados e termos vida eterna. No entanto, muitas vezes pecamos em apontar os erros dos outros, quando devemos simplesmente pedir misericórdia pelos nossos próprios erros. Infelizmente, ainda não percebemos que nós fomos perdoados para perdoar, fomos amados para amar, fomos transformados em toda nossa forma de pensar para que também possamos falar da Palavra de Deus para outros. Precisamos nos humilhar na presença de Deus para que Ele nos dê forças para tratar as pessoas como gostaríamos de ser tratados. O Senhor diz em um versículo: Oséias 6:6 Porque eu quero a misericórdia, e não o sacrifício e o conhecimento de Deus, mais do que holocaustos. E como vós quereis que os homens vos façam, da mesma maneira lhes fazei vós, também. LC 6:31 Precisamos exercer o que Deus nos pediu e para tanto é necessário que O conheçamos. Conhecer a Deus é ler Sua Palavra, é crer em tudo o que Ele é, fez, faz e fará em nossa vida. Quanto mais o conhecemos mais o amamos e colocamos em prática Sua Palavra. Deus nos deu o Espírito Santo para ser nosso amigo, ajudador e consolador; Ele nos ajudará naquilo que pode parecer impossível aos nossos olhos, mas que para Ele é perfeitamente possível.
Mas ele respondeu: As coisas que são impossíveis aos homens são possíveis a Deus. Lucas 18:27
Deus abençoe. Shalon!

Destruindo a fábrica do mal e seus produtos

O domínio do pecado não é uma mera força contra a vontade e os esforços dos que estão sob ele. Este domínio consiste principalmente na conquista da mente e de todas as suas faculdades, e especialmente da vontade, por meio de fascínio e tentações para os quais a natureza humana não está capacitada a resistir e vencer. Tanto que, ainda que alguém resista à prática consumada do pecado, todavia, o desejo permanece no interior do coração. Esta vitória é alcançada somente pela nova natureza recebida na conversão a Cristo, pela qual somos feitos coparticipantes da natureza divina. É o novo homem criado segundo a justiça em Cristo Jesus que está habilitado a vencer o pecado, por meio da graça. O velho homem nada pode fazer porque se encontra morto espiritualmente, em delitos e pecados. Por isso, ao se referir à nossa escravidão ao pecado, nosso Senhor afirmou que somente ele pode nos livrar desta servidão, uma vez que não há poder na nossa própria natureza para tal propósito. Não se vence portanto o pecado, por ações violentas de nossa própria vontade contra ele, nem com meras deliberações de que faremos uma reforma de nossas vidas, mas nos sujeitando efetivamente ao poder de Deus, que nos purifica de todo o pecado, com base no sangue que Jesus derramou para a sua expiação. Aquele portanto, que pode distinguir entre o que seja a natureza do pecado em si, e as meras impressões do pecado sobre a nossa mente e vontade, está a caminho da paz, porque certamente, sairá mais do que vencedor desta guerra contra o pecado, por meio de um viver santificado pela graça e aplicação da Palavra de Deus ao seu coração, pelo Espírito Santo. Mais do que evitar determinados pecados, deve-se combater o mal pela raiz, pela subjugação do princípio do pecado que opera na carne, por meio de um andar no Espírito Santo, e na novidade de vida da nova criatura que fomos feitos em Jesus. Vê-se com isto quão importante é a prática da oração, da meditação na Palavra, da vigilância do coração, e de todos os demais exercícios espirituais que nos são ordenados por Deus para que tenhamos um viver vitorioso sobre todas as forças do mal, quer externas, quer internas. Fonte: http://estudos.gospelmais.com.br/destruindo-fabrica-mal-e-nao-apenas-os-seus-produtos.html